Cel 21 96992-8551 - Tel: Barra 21 3489-8966 ou 3444-5961 e Botafogo 21 2537-4968 |oliveiraalves.bruno@gmail.com
Desmaio 2018-11-19T13:44:28+00:00

Desmaio

Desmaio (termo médico: síncope)

O desmaio (síncope) é caracterizado pela perda súbita da consciência seguida por recuperação rápida e completa.

Como o desmaio ocorre?

O desmaio (ou síncope) é causado por uma redução transitória do volume de sangue que chega ao cérebro (hipoperfusão cerebral). Apesar da recuperação quase imediata da consciência, uma vez que a hipoperfusão cerebral é apenas transitória, a pessoa que desmaia está sujeita a traumas importantes e potencialmente graves durante uma eventual queda (aproximadamente 35% das pessoas se machucam na queda).

O que causa o desmaio?

Inúmeras condições médicas causam desmaio. Algumas causam risco maior a saúde e devem ser identificadas e tratadas com brevidade. Por isso, quem sofre uma síncope deve procurar ajuda médica. Didaticamente, podemos dividir as causas em quatro grupos:

  • Síncope vasovagal ou síncope neurocardiogênica : É um dos tipos mais comuns de síncope. Muitas vezes é precipitada por um estímulo específico – estresse emocional, desgaste físico, desidratação, sangramento ou dor. Na maior parte dos casos, a pessoa sente tonteira, sensação de calor ou frio, náuseas, palidez e sudorese antes do episódio e, com isso, percebe que está prestes a desmaiar.
  • Problemas cardíacos : Condições relacionadas ao ritmo cardíaco (arritmias) podem fazer o coração bater muito devagar ou muito rápidoe, com isso, o sangue não chega em volume adequado ao cérebro, causando o desmaio. Além disso, doenças estruturais no coração (válvulas e músculo cardíaco) podem obstruir o fluxo de sangue lançado pelo coração na circulação, causando também a hipoperfusão cerebral. Se a pessoa que desmaia já tem diagnóstico de doença cardíaca é ainda mais importante procurar ajuda médica rapidamente.
  • Hipotensão ortostática : Perda de sangue, anemia, desidratação, algumas medicações, doenças que afetam o sistema nervoso (Doença de Parkinson, Diabetes Mellitus entre outras) ou hipersensibilidade do seio carotídeo podem causar queda da pressão arterial quando as pessoas estão em pé ou levantam rapidamente.
  • Outros : Tumor cardíaco, infarto do miocárdio, embolia pulmonar…