Cel 21 96992-8551 - Tel: Barra 21 3489-8966 ou 3444-5961 e Botafogo 21 2537-4968 |oliveiraalves.bruno@gmail.com
Hipertensão Arterial 2018-08-30T14:41:41+00:00

Hipertensão Arterial

Quais são os sintomas de hipertensão?

Na maioria dos casos, a hipertensão não causa sintomas.

Como é feito o diagnóstico de hipertensão?

Normalmente, para determinar o diagnóstico de hipertensão, são necessárias ao menos duas visitas ao consultório do cardiologista e a identificação de níveis elevados de pressão arterial em ambas.

Em caso de dúvida sobre o diagnóstico, o cardiologista pode solicitar que o paciente afira a pressão em casa e/ou no trabalho.

Exceções ao método empregado acima ocorrem quando o paciente apresenta níveis de pressão muito altos ou sinais de dano a órgãos como coração, rins ou olhos.

Pressão arterial alta ou hipertensão arterial

O que é pressão arterial?

A aferição da pressão arterial nos fornece dois valores. A “pressão máxima” ou sistólica que representa a tensão nas artérias quando o coração se contrai e a “pressão mínima” ou diastólica que representa a tensão nas artérias enquanto o coração relaxa.

A hipertensão não tratada aumenta a tensão sobre o coração e as artérias, causando danos aos órgãos. A hipertensão arterial aumenta o risco de insuficiência cardíaca, ataque cardíaco (infarto do miocárdio), acidente vascular cerebral e insuficiência renal.

Quais os níveis normais de pressão arterial?

E os níveis considerados altos?

Pressão arterial normal – Menor que 120/80mmHg (“12 por 8”)

Pressão arterial elevada – 120-129/80mmHg (“12-12,9 por 8”)

Hipertensão

  • Estágio 1: 130-139/80-89
  • Estágio 2: acima de 140/90

Pessoas com pressão arterial elevada têm maior risco de desenvolver hipertensão. No entanto, nesta fase, o tratamento medicamentoso ainda não é indicado.